Transformação à beira-mar

Quando compradores se apaixonam por um imóvel, não há quem os faça mudar de ideia. Os proprietários desta casa de 670 m² no litoral norte de São Paulo, por exemplo, passaram três anos tentando comprá-la. E quando finalmente fecharam negócio, perceberam que a residência estava bastante deteriorada e havia sérios problemas estruturais. Só que a vista e a localização compensavam tudo. Cientes da necessidade de uma grande reforma, eles convidaram a arquiteta Ana Rita Sousa e Silva, do escritório AR Arquitetura, para tocar o projeto.

01

Da construção original, pouco sobrou. Toda a caixilharia e os acabamentos internos e externos foram trocados. Nas suítes, os pés-direitos foram aumentados em 40 cm e os banheiros ampliados. A paleta de cores acompanhou a transformação, substituindo revestimentos escuros e padrões antiquados por porcelanato em tons claros, para dar vida aos ambientes. Nas áreas molhadas, a cerâmica deu lugar à pintura e pastilha branca.

02

No living, o estar e a sala íntima foram nivelados para criar amplitude e assim a antiga lareira, de tijolo aparente, tornou-se parte da decoração. A janela foi trocada por uma maior, aumentando a entrada de luz natural e o conforto visual. Deslocada para o grande terraço, a sala de jantar também aumentou e agora comporta até 16 pessoas. Portas de correr favorecem a integração entre todos esses cômodos.

03

04

05

06

07

08

09

10

via Casa de Valentina